Fruta do Conde – Os Segredos Desta Fruta Exótica

A fruta do conde, ou pinha, é uma fruta originária das Antilhas  e muito bem adaptada em terras brasileiras. Sua árvore pode alcançar até 8 metros de altura, que apresenta a casca castanho-acinzentada, pequenas flores brancas e fruto de formato globoso quase esférico.

Apesar de não figurar entre as frutas mais populares, não faltam motivos para incluir essa fruta no cardápio, já que é repleto de propriedades benéficas para a saúde.

  • Fruta do Conde é uma excelente fonte de vitaminas e minerais, tais como vitamina A, Vitamina B6, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B5, vitamina C. e os Minerais como o Cálcio, Ferro, Potássio, Magnésio, Fósforo e ainda é rico em hidratos de carbono e proteínas.
  • Ajuda no Combate da Anemia: A fruta do conde é rico em dois nutrientes essencial no combate da anemia. A combinação entre a vitamina C e ferro potencializa a absorção desse mineral pelo organismo. Além disso, a Fruta do conde ajuda na Regulação da pressão arterial e do ácido úrico no corpo também são alguns dos benefícios desta fruta.
  • Melhora o Sistema Digestivo: A fruta do conde é rica em fibras, que ajudam no combater a prisão ventre e regular funcionamento do intestino, além de saciar a fome por mais tempo e auxiliar na eliminação de toxinas do corpo.
  • Alivia dores de Cabeça: Uma folha umedecida ou folhas machucadas, colocada na testa e nas fontes, são usadas para provocar o sono e aliviar a enxaqueca.
  • Benéfico para os olhos: A Fruta do conde contém riboflavina e vitamina C, este nutrientes ajudam a combater os radicais livres. mantendo assim, uma boa qualidade da visão.
  • Para pele e Cabelo: A Fruta do conde contém uma grande quantidades de vitamina A e vitamina C, este nutriente são muito benéfico para a manutenção da pele e do cabelo.
  • Para Artrite: A Fruta do conde contêm uma elevada quantidade de magnésio, ele ajuda a equilibra a água do corpo e remove os ácidos das articulação, reduzindo os sintomas do reumatismo e artrite. O consumo regular também ajuda a combater a fraqueza muscular. Além disso, a fruta do conde contém também uma quantidade razoável de cálcio, que é vital para a saúde óssea.

As partes utilizadas desta fruta são as suas folhas, sementes, frutos, casca do tronco e raízes.

 

Folhas: as folhas podem ser usadas no preparo de chás, com a finalidade de acalmar espasmos e cãibras, além de tratar anemia, colite e desnutrição;fruta-do-conde (1)

Cascas: as cascas na forma de decocção são indicadas para tratar a colite crônica, além de servir como fortificante para o estômago e intestino;

Sementes: as sementes servem para combater a caspa (macerado das sementes pulverizadas em álcool), além de soltar o intestino e produzir vômitos;

Raízes: as raízes servem como purgante enérgico;

– A fruta madura é usada para tratar fraqueza, anemia e desnutrição.

Contraindicações

Embora a fruta do conde apresente muitas propriedades benéficas à nossa saúde, esta fruta não deve ser ingerida por diabéticos devido ao seu elevado teor de glicose.

Deixe uma resposta